O que é Stakeholder e qual é a sua importância para uma empresa?

Tempo de leitura: 6 minutos

Estratégias de marca envolvem diversos fatores, mas um dos principais é entender qual é a audiência da sua empresa. Definir um público de interesse é fundamental para garantir um alinhamento sobre o que a empresa busca, mas e quanto ao restante? Como você se comunica com quem influencia, direta ou indiretamente, o futuro da sua empresa? Ou melhor, como você se comunica seus stakeholders?

O que é um stakeholder?

Um stakeholder basicamente é uma pessoa, ou um grupo de pessoas, que influencia os negócios de uma empresa. Diferente do público de interesse, os stakeholders não se limitam aos clientes diretos, englobando também o público interno (equipe), fornecedores, comunidade, órgãos governamentais, etc.

Os stakeholders são elementos essenciais no planejamento estratégico de negócios.

Robert Edward Freeman – Professor de Administração e criador do termo stakeholder.

Eles são capazes de afetar o desempenho e o crescimento de um negócio, de maneira positiva ou negativa. Quer um exemplo? Lá vai:

Imagine a instalação de uma grande indústria moveleira em sua cidade. Ela vai impactar diretamente o meio ambiente, uma vez que precisará extrair madeira para fabricar seus produtos, além dos moradores da região, que negociarão suas terras para o plantio de árvores. Também teremos os órgãos fiscalizadores, que cuidarão para que a natureza não seja prejudicada, além de muitos outros stakeholders que poderíamos listar.

A questão principal é: como a empresa irá comunicar suas atividades para garantir a satisfação e a colaboração de todos? Ou como os acionistas irão reagir diante de um protesto local contra a instalação da empresa? Eles podem retirar seus investimentos por conta do risco? São todos pontos que devem ser previstos em uma boa estratégia de marca.

Qual é a importância dos stakeholders nas estratégias de branding?

Uma das funções principais de uma marca é construir laços emocionais que as tornem insubstituíveis. Para que isso seja possível, é vital entender o que as pessoas sentem e falam sobre a sua marca.

Voltando ao exemplo citado anteriormente, imagine que a empresa em questão busque incluir em sua estratégia de branding ações para minimizar os riscos, abrindo as portas para eventos públicos, mostrando como pode ser benéfico para a cidade que a empresa se instale ali. Além disso, ela poderá informar sobre como pretendem lidar com o impacto ambiental causado, mostrando uma preocupação em manter inalterada a qualidade de vida local.

Percebe como é importante manter o foco nos stakeholders? Nenhuma das pessoas citadas no exemplo são efetivamente clientes, mas podem barrar a empresa apenas por não entender qual será seu papel no desenvolvimento local.

Uma estratégia de branding deverá prever como será construído o relacionamento com seus stakeholders para criar uma comunicação eficiente que englobe todos os pontos de contato de uma marca, além de estabelecer diretrizes de gerenciamento e monitoramento, deixando o caminho livre para o desenvolvimento da empresa.

Quais são os tipos de stakeholders?

Podemos dividir os grupos de stakeholders em primários e secundários, cada um tendo sua função e necessitando de abordagens distintas dentro da estratégia de uma empresa.

Os stakeholders primários exercem influência direta sobre a empresa, sendo o público tradicional. Em análises mais superficiais, são abordados como principais pontos de interesse das marcas, sendo formados normalmente por: clientes, fornecedores, colaboradores, investidores e proprietários. Os stakeholders primários exigem o máximo de atenção, uma vez que atuam diretamente, de maneira positiva ou negativa, influenciando o futuro de uma empresa.

Já os stakeholders secundários não estão diretamente ligados às atividades da empresa, mas possuem poder para influenciar e afetar suas operações. Este público tem grande potencial para mobilizar opiniões, e um gerenciamento inadequado pode atrair percepções negativas, afetando o desenvolvimento da empresa. São normalmente formados por: governo, imprensa, grupos ativistas, instituições financeiras, comunidade, etc.

Quais são os níveis de stakeholder?

Antes de tudo é preciso entender quem são e como podemos definir cada nível de stakeholder, tornando o processo de identificação muito mais fácil.

stake001

Ambíguos – Alto interesse x Alto poder

O principal grupo de stakeholders, necessitando de gerenciamento total para avaliar e mensurar todas as suas atividades. Necessitam de informações e de um alto grau de satisfação para influenciar positivamente o futuro da empresa.

Apoiadores – Baixo interesse x Alto poder

Merecem muita atenção, pois tem poder de influenciar diretamente a empresa. São o maior trunfo de uma marca, e precisam estar satisfeitos para continuarem exercendo uma influência positiva que impulsione o desenvolvimento. 

Interessados – Baixo poder x Alto interesse

São os stakeholders que precisam de informações constantes, apesar de não exercerem um poder significativo sobre a empresa, não tendo capacidade para interferir diretamente em sua operação.

Passivos – Baixo interesse x Baixo poder

É o grupo de menor relevância para a estratégia da empresa, pois não possui muito poder nem interesse para influenciar os negócios. Este público exige monitoramento apenas para avaliar sua participação nas atividades da empresa.

Como identificar e analisar os stakeholders ?

Pesquisar e analisar o mercado é vital para não deixar nenhum ponto importante escapar. A identificação de todos os pontos de contato permite uma visão mais abrangente sobre como a estratégia de branding deverá funcionar para atingir os stakeholders.

Para realizar um processo de identificação eficiente dos stakeholders é necessário seguir alguns passos:

  • Determinar quem pode afetar o projeto;
  • Identificar os pontos de contato com esses grupos ou pessoas;
  • Identificar qual o papel de cada um, onde podem ajudar ou atrapalhar;
  • Determinar qual é o grau de importância de cada um para a empresa.

Com essa identificação já feita, é preciso organizar e distribuir a informação para ter uma visão geral sobre o impacto de cada stakeholder na estratégia da marca.

Também é necessário aplicar os dados em estratégias eficientes, que gerenciem, satisfaçam e monitorem os públicos da marca. Criar ações focadas em cada grupo permitirá um relacionamento próprio com cada stakeholder, fortalecendo o relacionamento e gerando insights valiosos para estratégias futuras.

Para ajudar você a identificar a mapear seus stakeholders mais facilmente, criamos uma ferramenta que irá ajudá-lo em todo o processo, oferecendo uma visão organizada de todas as informações.

banner-blog

Conclusão 

Estruturar uma estratégia eficiente de stakeholders exige tempo, atenção e dedicação, mas os resultados trazidos tornam esta tarefa especialmente valiosa para as empresas, que terão em mãos um mapeamento completo, que norteará suas estratégias futuras, impulsionando o desenvolvimento.

Além disso, o mapeamento de stakeholders permite uma visão mais abrangente sobre as possibilidades em estabelecer pontos de contato com o público, potencializando as estratégias de marketing e diminuindo os riscos de insatisfação com determinados grupos de influenciadores.

Está precisando de ajuda para construir uma estratégia de marca eficiente que identifique os stakeholders da sua empresa? Então vamos conversar! A Tower é especialista na construção de marcas fortes.