Qual a importância do nome para uma empresa?

Tempo de leitura: 3 minutos

Nomear uma empresa nunca foi uma tarefa fácil, ainda mais quando parece que tudo que você escolhe já existe. Hoje é quase impossível utilizar uma palavra do vocabulário comum sem que haja algum nome semelhante no mercado. Desta forma, a tendência é partir para algo mais abstrato, mesclando palavras, buscando referências em outros idiomas ou fazendo associações com seus produtos ou serviços.

O nome de uma empresa é um dos seus principais ativos, pois assim como uma pessoa, é por ele que irão identificar e lembrar da sua marca. Um bom nome deve fazer sentido em seu contexto, além de ser memorável, gerando uma lembrança para os seus usuários e remetendo, mesmo que conceitualmente, ao que a empresa oferece.

Quer um exemplo? A Porto Seguro, consegue unir o conceito da tranquilidade e remeter ao seu ramo de atuação, sendo um nome facilmente escrito e falado, gerando uma lembrança fácil da sua marca. Outro exemplo é a EasyTaxi, que traz a facilidade em conseguir um táxi direto no seu nome, sendo totalmente direta, eliminando quaisquer dúvidas.

O nome como diferencial competitivo

Você já parou para pensar em como os nomes das empresas de tecnologia seguem um padrão? Veja como as gigantes da indústria, IBM (International Business Machines), Microsoft e Sony, possuem um nome que praticamente diz “vendemos tecnologia”.

Uma delas resolveu inovar com um nome totalmente fora do contexto tecnológico, chamando-se Apple. A gigante, sinônimo de qualidade e inovação, trouxe da fruta o conceito de que a tecnologia era “saudável” para as pessoas. Em sua biografia oficial, escrita por Walter Isaacson, Steve Jobs disse que o nome é divertido, animado e não intimidador, tal qual os seus produtos deveriam ser. Essa promessa, cravada no nome, foi replicada desde o início em seus produtos inovadores, e encaminhou a empresa rumo ao sucesso, até tornar-se a marca mais valiosa do mundo.

Um nome ruim pode prejudicar uma empresa?

Sim, um nome ruim pode ser prejudicial em vários sentidos – ele pode ser complexo demais para ser falado ou escrito, pode soar pejorativo, causar confusão sobre o que a empresa oferece ou remeter a uma marca que já existe. Além disso, temos também a parte legal de tudo isso, pois quando uma empresa é criada, o primeiro passo é efetuar o registro da marca no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), sendo que se o nome for genérico ou semelhante demais, esse registro pode ser indeferido, tornando-se uma grande dor de cabeça para o empreendedor.

Como é feito o processo de naming aqui na Tower

Quando um cliente nos contrata para realizar um projeto de naming, que é como chamamos o processo de criar um nome para uma empresa, nós buscamos entender tudo sobre o seu negócio (cultura, concorrentes, produtos ou serviços ofertados, histórico do mercado, tendências, etc.), para assim gerar o máximo de alternativas possíveis, que sejam conceitualmente atrativas e que façam sentido quando aplicadas no cotidiano da empresa.

Por meio de testes imersivos, inserimos as variáveis no cotidiano do nosso cliente, e juntamente conosco, ele testa os possíveis nomes durante um período de tempo, sendo que depois coletamos os feedbacks para tomar uma decisão. É claro que o processo num todo é muito mais estruturado e exige uma boa dose de concentração e dedicação, mas o resultado entregue é muito positivo – nosso cliente sai com um nome que realmente funcionará no contexto do seu mercado.

Conclusão

Um bom nome pode ser decisivo em uma estratégia de negócios. Agir com inteligência durante a seleção, seguindo uma metodologia concreta, que fortaleça o estudo das variáveis do mercado, é fundamental para acertar na escolha do nome e garantir um início tranquilo para a sua marca, além de ser muito positivo para a sua empresa num todo.

A Tower é especialista na construção de marcas, atuando também na criação de projetos de naming, sempre mantendo o foco em um desenvolvimento sólido para entregar a melhor solução para o cliente. Vamos conversar sobre o seu projeto?