Branding: entenda o que é gestão de marcas e qual a sua importância

Tempo de leitura: 4 minutos

Em algum momento da sua vida como empreendedor você já deve ter se deparado com a palavra branding. Você pode até ter pensando “ora, é apenas mais um jargão utilizado como enfeite”. Definitivamente não – branding significa gestão de marcas, e sim, é muito importante.

Quando você entende o que é marca e qual o seu papel dentro das empresas, fica mais fácil compreender por que o branding é tão importante dentro da gestão corporativa e qual a sua influência no sucesso de uma marca.

O que é branding, afinal?

Podemos definir o branding como um processo que visa ampliar o relacionamento com o cliente, fidelizando e conscientizando sobre a importância e o papel da marca na vida dele.

O branding é uma mescla de estratégia de negócios, promessa de marca, posicionamento e percepção de valor, que geram um entendimento único na mente dos clientes. Uma gestão de marca eficiente deve ser construída para suprir todos os pontos de contato, norteando as ações que visam aumentar o valor percebido de uma marca.

O branding permite que empresas aproveitem as oportunidades para atrair e cativar as pessoas, elencando os diferenciais que fazem uma marca ser a melhor escolha para elas. Envolve disseminar a promessa da marca, criando experiências cada vez mais profundas de relacionamento com o cliente.

Branding: persuadir os de fora a comprar e persuadir os de dentro a acreditar.

Wally Olins – Referência em Branding e Identidade Corporativa

Marcas de sucesso entendem as pessoas e sabem quando devem agir para conquistá-las, mas isso só é possível quando existem processos e ferramentas adequadas para identificar tais oportunidades.

As empresas aderem à gestão de marcas para conquistar diferenciais competitivos e oferecer aos colaboradores formas mais eficientes para se comunicar com seus clientes.

Exemplos de gestão de marcas

O branding é um processo adaptativo, ou seja, cada marca é diferente, o que permite uma abordagem mais eficiente e assertiva para gerenciá-la. Aqui estão alguns exemplos de gestão de marcas com diferentes objetivos:

Cobranding: trata do gerenciamento de parcerias com outras marcas para aumentar o alcance de uma estratégia, que pode ser a venda de um produto ou serviço, por exemplo.

Digital Branding: é a gestão de marcas na internet com o uso de mídias sociais, websites, apps e outras plataformas. Seu foco está em construir marcas neste ambiente, focando os esforços no universo digital.

Place Branding: é a gestão de marcas-lugar, e segundo a Place For Us – 1a empresa no Brasil dedicada ao assunto, “é uma ferramenta  capaz de criar identificação entre moradores, empresários locais e poder público, além de criar uma experiência única aos visitantes”.

Viu como o branding pode ser adaptado? Não apenas para a gestão direta da marca da sua empresa, mas também para estratégias complementares, aproveitando as oportunidades criadas pelo desenvolvimento do mercado.

Branding é apenas para grandes empresas?

Por se tratar de um investimento a longo prazo, muitas empresas acabam priorizando outros pontos por não perceberem o valor que poderiam estar criando com uma marca bem gerenciada.

Diferente do que muitos empreendedores podem pensar, o branding não é passageiro, mas um processo que exige atenção até mesmo das empresas mais consolidadas. O branding gera diferencial e aumenta o potencial de destaque das empresas. Qual o reflexo disso? Crescimento!

Crescimento, é claro, não é exclusividade de grandes empresas. Mesmo o dono de um pequeno negócio sonha em expandir, e a gestão de marcas pode ser o trunfo que irá ajudá-lo a conquistar isso.

Pequenas e médias empresas, com investimentos limitados, podem ter grandes benefícios com o branding. A criação de estratégias mais eficientes e focadas permite que os resultados sejam conquistados com um impacto muito menor.

O uso das redes sociais, website e plataformas de relacionamento, permite um contato maior com os clientes, sendo ferramentas cruciais para gerar envolvimento com a marca.

O essencial para as empresas que buscam se beneficiar com estratégias de branding é entender que quanto mais alinhada a sua promessa estiver com o que é ofertado para os seus clientes, maior será o resultado que isso irá trazer ao longo do tempo, gerando confiança e credibilidade no mercado, pontos fundamentais para as marcas de sucesso.

Portanto, branding não é, e nunca será, exclusividade das grandes empresas. Pequenas ações, aliadas com estratégias bem construídas e uma equipe dedicada, podem trazer resultados incríveis até mesmo para os pequenos negócios. Dar atenção e refletir sobre como a sua marca é vista no mercado é o primeiro passo para entender quais pontos devem ser melhorados, aproveitando as oportunidades que surgirem.

Conclusão

Gerenciar marcas é fundamental para todas as empresas que buscam diferenciação e crescimento. O branding é um processo que vai ajudá-lo com isso, oferecendo as ferramentas necessárias para tornar a sua marca única, atraindo e conquistando os clientes, mostrando o motivo que a torna a melhor escolha.

A Tower é especialista na construção de marcas e pode ajudar você a construir a sua. Ficou interessado? Então vamos conversar!